Emoção e belas histórias de vida marcam homenagem à mulher na Câmara

O Poder Legislativo municipal agraciou 10 mulheres trespontanas na noite de segunda-feira (12). A homenagem foi alusiva ao dia Internacional da Mulher.

 Histórias reais de mulheres guerreiras. Mais ainda, vitoriosas. Assim, podem ser definidas as homenageadas na noite de segunda-feira, 12, no plenário da Câmara de Três Pontas. A cada biografia lida, um exemplo, uma doação, uma mulher a ser aplaudida por sua trajetória até aqui. Com indicações feitas por cada parlamentar, dez mulheres de nossa comunidade foram agraciadas em sessão solene, feita especialmente para elas em comemoração ao dia 8, Dia Internacional da Mulher. Com o ambiente ornamentado com rosas nas cores pink e rosa, o evento contou com a presença dos músicos Beto Maciel (violão) e Wander Scalioni(saxofone)  na execução do Hino e com duas mulheres na apresentação musical: Nelly Miranda ao piano e Amanda Abreu na flauta transversal, interpretando “Concerto para uma Voz” e “Irlandaise”, o que agradou em cheio ao grande público que prestigiou a cerimônia.

 

Com o plenário lotado por familiares e convidados, uma a uma foram chamadas aos seus lugares, em destaque, junto à bancada dos vereadores. A cada biografia lida, uma emoção diferente. Como é o caso de dona Adelina de Jesus (Dona Déia) que é mãe de dez filhos e ficou viúva aos 47 anos de idade. Sua trajetória é de lutas e vitórias. Prova disso, foi ter voltado a estudar aos 67 anos de idade para prestar concurso público como cantineira na Escola Jacy Gazola e com isso, tomou gosto pelos estudos e voltou a estudar aos 69 anos, concluindo a 8ª série na mesma escola. Assim também foi contada a história de Catarina dos Reis Oliveira, que criou sozinha, sete filhos e hoje goza de saúde e alegria aos 79 anos. Outro exemplo foi de Cristiani Calixto da Silva, que mesmo tendo enfrentado e vencido um câncer de mama, continua ajudando pessoas que enfrentam ou enfrentaram a doença, sendo uma das criadoras do Grupo Amigas Guerreiras. 
Assim como estas mulheres, todas as outras homenageadas tiveram uma trajetória sofrida, mas valiosa como exemplo de vida. Em nome dos demais vereadores, a representante feminina no parlamento municipal, Marlene Lima, recebeu flores dos membros da Mesa Diretora e foi escolhida para se pronunciar em nome dos Legislativo. Em um breve discurso, enalteceu a vida das indicadas e relatou sobre os dados da violência contra a mulher no Brasil e as diferenças que precisam ser sanadas entre homens e mulheres em diversos segmentos. 
Ao final, as musicistas também receberam flores e o presidente Luis Carlos da Silva encerrou a sessão solene pedindo às servidoras que distribuíssem rosas às mulheres da plateia. 
 

Mulheres receberam a homenagem em plenário